Nova unidade do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania passa a funcionar na segunda-feira, em Aparecida. 

Aparecida conta agora com uma unidade do CEJUSC, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania. A unidade funcionará a partir de segunda-feira, 20, na Avenida Padroeira do Brasil, 180, bairro São Roque.

Haverá um evento de inauguração amanhã, às onze horas da manhã, no Salão do Júri do Fórum de Aparecida, com a presença do coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos e Cidadania do Tribunal Ed Justiça de São Paulo, o desembargador José Carlos Ferreira Alves.

Esta será a 191ª unidade de Cejusc em funcionamento no Estado e terá a coordenação da juíza Rita de Cássia Spasini de Souza Lemos. O Centro atenderá os municipios de Aparecida e Potim.

Os Cejuscs atendem gratuitamente demandas processuais e pré-processuais das áreas Cível e de Família, que envolvam causas relacionadas a Direito do Consumidor, cobranças, regulamentação ou dissolução de união estável, guarda e pensão alimentícia, regulamentação de visitas, entre outras. Não há limite de valor da causa.

O interessado procura o Centro Judiciário para tentativa de acordo e sai com data e horário em que deve retornar para a sessão de conciliação. A outra parte recebe uma carta-convite. No dia marcado, conciliadores ou mediadores auxiliam os envolvidos a buscar uma solução para o problema, sob supervisão do juiz coordenador. Se houver acordo, ele é homologado pelo magistrado e tem a validade de uma decisão judicial.